O vôo da Águia

16/01/2010

A águia é a ave que possui a maior longevidade da espécie.

Chega a viver 70 anos. Mas para chegar a essa idade, aos 40 anos ela tem que tomar uma séria e difícil decisão.

Aos 40 anos ela está com as unhas compridas e flexíveis não conseguem mais agarrar as suaspresas, das quais se alimenta. O bico alongado e pontiagudo se curva. Apontando contra o peito estão as asas, envelhecidas e pesadas em função da grossura daspenas, e voar já não é tão difícil!

Então, a águia sótem duas alternativas: morrer… ou enfrentar um dolorido processo de renovaçãoque irá durar 150 dias.

Esse processo consisteem voar para o alto de uma montanha e se recolher em um ninho próximo a um paredão onde ela não necessite voar.

Então, após encontrar esse lugar, a águia começa a bater com o bico em uma parede até conseguir arrancá-lo.Após arrancá-lo, espera nascer um novo bico, com o qual vai depois arrancar suas unhas. Quando as novas unhas começam a nascer, ela passa a arrancar as velhas penas.

E só após cinco meses sai para o famoso vôo de renovação e para viver então mais 30 anos.

Em nossa vida, muitas vezes, temos de nos resguardar por algum tempo e começar um processo de renovação. Para que continuemos a voar um vôo de vitória, devemos nos desprender de lembranças, costumes e outras tradições que nos causaram dor. Somente livres do peso do passado, poderemos aproveitar o resultado valioso que uma renovação sempre traz.

Como professores, devemos sempre estar prontos a renovar nossas forças

Por: Prof.ª.Cleide Avila

Anúncios

Finalistas da 8ª FEBRACE

08/01/2010

FEBRACE No dia 18 de dezembro, a lista dos finalistas da 8ª edição da FEBRACE – Feira Brasileira de Ciências e Engenharia, foi divulgada, e, como já era esperado, Imperatriz marcou presença. No total, foram 15 aprovados do Estado do Maranhão e 14 da cidade de Imperatriz.

Advirto que alguns dos selecionados já são “figurinhas carimbadas” em eventos científicos nacionais e internacionais, o que garantiu a um belo “time” de representantes para a cidade. Veja abaixo a lista completa dos finalistas e de quais eventos eles já participaram.

1. A UTILIZAÇÃO DO SISTEMA FOTOCATALÍTICO ZNO/U.V NA ANÁLISE E CONTROLE DE PATÓGENOS MICROBIANOS PRESENTES EM AMBIENTES INTERNOS CONTAMINADOS

a. II FECITEC – Feira de Ciência e Tecnologia do Sul do Maranhão

b. 7ª FEBRACE – Feira Brasileira de Ciências e Engenharia

c. ICYS – International Conference of Young Scientists

d. MILSET – The International Movement for Leisure Activities in Science and Technology

e. SBPC – Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência

f. III FECITEC – Feira de Ciência e Tecnologia do Sul do Maranhão

g. 24ª MOSTRATEC – Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia

2. PROJETO I9: REVOLUCIONANDO A PESQUISA II

a. XVIII MOSTRARCE – Mostra Regional de Ciências e Engenharia

b. 7ª FEBRACE – Feira Brasileira de Ciências e Engenharia

c. 9ª EXCETEC – Exposição Christus de Ciência e Tecnologia

d. XIX MOSTRARCE – Mostra Regional de Ciências e Engenharia

e. III FECITEC – Feira de Ciência e Tecnologia do Sul do Maranhão

f. 24ª MOSTRATEC – Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia

3. FIBRA DO BURITI

a. II FECITEC – Feira de Ciência e Tecnologia do Sul do Maranhão

b. 24ª MOSTRATEC – Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia

c. 7ª FEBRACE – Feira Brasileira de Ciências e Engenharia

d. Intel ISEF – The Intel International Science and Engineering Fair

4. CARVÃO ALTERNATIVO

a. 9ª EXCETEC – Exposição Christus de Ciência e Tecnologia

b. XIX MOSTRARCE – Mostra Regional de Ciências e Engenharia

c. III FECITEC – Feira de Ciência e Tecnologia do Sul do Maranhão

d. 24ª MOSTRATEC – Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia

5. A INFLUÊNCIA DO USO DA CÂMERA FOTOGRÁFICA DIGITAL NO COMPORTAMENTO E APRENDIZAGEM DOS ESTUDANTES ADOLESCENTES DE IMPERATRIZ-MA.

a. III FECITEC – Feira de Ciência e Tecnologia do Sul do Maranhão

b. XX Mosceest – Mostra de Ciência e Engenharia da Escola Santa Teresinha

6. VARIAÇÃO LINGUÍSTICA DE IMPERATRIZ – MARANHÃO: POR QUE “VOCÊ” FALA “TU”?

a. XIX MOSTRARCE – Mostra Regional de Ciências e Engenharia

b. 24ª MOSTRATEC – Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia

7. O OLHAR DA MÍDIA (REVISTA VEJA 2008) SOBRE O ABUSO SEXUAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES

a. III FECITEC – Feira de Ciência e Tecnologia do Sul do Maranhão

b. XX Mosceest – Mostra de Ciência e Engenharia da Escola Santa Teresinha

8. HORTA RECICLÁVEL DE AUTO-IRRIGAÇÃO

a. III FECITEC – Feira de Ciência e Tecnologia do Sul do Maranhão

b. 7ª FEBRACE – Feira Brasileira de Ciências e Engenharia

9. INSETICIDA NATURAL A BASE DA FOLHA DE HORTELÃ E MANJERICÃO

a. III FECITEC – Feira de Ciência e Tecnologia do Sul do Maranhão

10. UTILIZAÇÃO DO ASTROCARYUM VULGARE NA ADSORÇÃO DE METAIS POTENCIALMENTE TÓXICOS

a. XIX MOSTRARCE – Mostra Regional de Ciências e Engenharia

11. A UTILIZAÇÃO DA CASCA DE BANANA (MUSA SAPIENTUM) COMO PURIFICADOR DE ÁGUA.

12. SISTEMA AUXILIAR PARA MANOBRAS DE ESTACIONAMENTO – SAME

13. O USO DA LUFFA CYLINDRICA COMO ACELERADOR TÉRMICO NA PRODUÇÃO DE UM CARVÃO ENRIQUECIDO.

14. LEVANTAMENTO FLORÍSTICO E FITOSSOCIOLÓGICO EM UMA ÁREA DE CERRADO NO SUDOESTE DO MARANHÃO

Parabéns a todos os “feirantes”, ou, melhor dizendo, “febracianos”. E Boa Sorte.

Pessoas


Inov-AÇÕES Edição Nº 01 – Como utilizar bem o espaço do Pôster/Banner

08/01/2010

Durante a realização de um projeto, podemos nos deparar com problemas que variam do simples ao complexo – a questão é: não importa o problema, sempre há uma solução. Veja, por exemplo: os painéis (bâneres). Muitas pessoas se deparam com problemas de espaço, em que elas acabam tendo que resumir seus textos ao máximo. O que muitos não sabem é que uma solução “inovadora” pode resolver rapidamente esse problema. O uso de fluxogramas pode reduzir a necessidade de espaço, já que eles possibilitam a você definir sua metodologia ou resultados em tópicos e imagens chamativas. A idéia pode não só solucionar o problema, como também pode trazer uma ferramenta visual nova para aqueles que passam pelo seu estande. O uso dessa ferramenta visual pode ajudar também na sua apresentação oral, permitindo que as pessoas entendam melhor o seu projeto. Você pode até ganhar alguns pontos com os jurados.

Para criar um fluxograma, devem ser obedecidos alguns critérios: quando o fluxograma ficar pronto, ele deve ser entendido por uma pessoa que não acompanha o seu projeto. Lembre-se que os fatos sempre devem ser relatados em ordem cronológica, já que uma coisa leva a outra; assim, todos os seus métodos estarão  interligados. Enfim: divida os seus métodos em etapas, como: planejamento, análise, resultados (entre outros). Lembre-se que, shutterstock_26587654se for necessária alguma informação abaixo do tópico, tente diminuir a fonte da letra e não colocar muito texto. Ressalto que alguns detalhes podem ser apresentados na exposição oral – já é suficiente. Você pode ver exemplos de fluxogramas em nossos  bâneres, na seção “Galeria” ou logo abaixo.

É bom saber que essa é apenas uma dica, não uma regra. Cabe a você decidir qual a melhor maneira de fazer seu banner/pôster.


Plantão Mostratec

11/10/2009

No dia 09 de outubro, a MOSTRATEC divulgou a lista final dos projetos selecionados para a participação na 24ª Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia. O numero de participastes representando a cidade de Imperatriz cresceu com a representação de mais 3 projetos:

– PROJETO i9: REVOLUCIONANDO A PESQUSA

– CARVÃO ALTERNATIVO

– ULTILIZAÇÃO DO ELIXIR DA CASCA DA LARANJA-DA-TERRA (CITRUS AURANTIUM L.) NA REDUÇÃO DA HIPERTENSÃO

Bem, para quem pensa que esse time de 8 projetos já está bem definido, está enganado. No dia 10 de outubro, a III Fecitec fez sua cerimônia de encerramento e selecionou mais 3 projetos para a 24ª MOSTRATEC. Infelizmente, ainda não conseguimos o nome dos projetos selecionados e, desses, quais são da cidade de Imperatriz.


Foi eterno enquanto durou

03/10/2009

Bem… A 19ª MOSTRACE chega ao fim, esse ano com a presença de convidados ilustres, como um representante da escola cearense SAS – Sistema Ari de Sá. Tivemos, também, representantes do Colégio Dom Bosco de Curitiba e do Espaço Ciência (organizadores da feira pernambucana Ciência Jovem). Enfim, a MOSTRARCE foi um sucesso!.

Lembrando que esse ano a Mostra Regional de Ciências e Engenharia fez parceria com: Ciência Jovem, FENECIT (Feira Nordestina de Ciências e Tecnologia), EXCETEC (Exposição Exposição Christus de Ciência e Tecnologia) e MOSTRATEC (Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia).

Para aqueles que estão curiosos em saber os projetos que foram credenciados,  aqui estão eles:

– Credenciamentos 5ª FENECIT – Feira Nordestina de Ciências e Tecnologia

  1. Utilização da Artrocaryum Vulgare (tucum) na adsorção de metais potencialmente tóxicos
  2. De King a Zumbi: Do Sonho à Pratica

– Credenciamento 10ª EXCETEC – Exposição Christus de Ciência e Tecnologia

  1. Estudo da Aplicabilidade do carvão ativado do coco babaçu na adsorção de gases

– Credenciamento XV Ciência Jovem

  1. Produção natural de um blush através da Beta vulgaris (beterraba)
  2. Fabricação de iogurte à base do kefir
  3. Sabonete à base de Buriti

– Credenciamento MOSTRATEC – Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia

  1. Carvão Alternativo
  2. Projeto i9: revolucionando a pesquisa

Diversidade de Ideias: Construindo Caminhos

29/09/2009

Um dos maiores eventos relacionados à pesquisa jovem da cidade de Imperatriz, a Mostrarce – Mostra Regional de Ciências e Engenharia, deu início a seus eventos. Hoje, os alunos participaram de uma passeata que rodou por ruas do centro da cidade, convidando a todos para estar presente na 19ª MOSTRARCE.

OgAAANypmvDdICyG24uk1Qk0mKmFnmPdnUWfVpxb_mNVt4luz8852YZQlJOs00vlzMJe-qpK9wPL3JxMRdw-wQgs_WsAm1T1UPUp15ejtiBhwdeKo3jUxFzI-Bek

OgAAAI0jjWiD5PZzYDFzTMb_lKetRqssPdWy3vxZ2ThH-_Tupnv5WBk334uTEO6aKMPNpVkHZBgDHqGThLCCLxSfj-IAm1T1UMTXFwYD0ihshudE1seoW0jpGFw0

Em palavras da diretora Maria Carmem Colombi, a mostra científica não pode ser considerada um evento exclusivamente de escola Dom Bosco, pois a 3 anos a escola abre espaço para alunos da região Tocantina em geral.

O Complexo Educacional Dom Bosco, além de oferecer essa oportunidade, capacita escolas da região e abre espaço no CRC  – DOM BOSCO (Comissão de Revisão Científica) para que esses alunos tirem suas duvidas, melhorem o seu trabalho. Parabéns, Dom Bosco, por essa conquista.

Lembrando que todos estão convidados a visitar os projetos da Mostrarce, nos dias 01 e 02 de outubro de 2009.


Imperatriz é POP – Parte I

04/09/2009

Entrevista  com Walber Santos Herênio (professor orientador de Thiago Rodrigues de Anchieta Silva, que, com o projeto FIBRA DO BURITI: UMA ALTERNATIVA AO ISOPOR,  foram selecionados para a participação da mais ilustre feira jovem que acontece nos Estados Unidos – Intel ISEF).

SDC11363_0001

Walber Santos Herênio

1-) Qual a sensação de um professor orientador cujo estudante teve seu projeto contemplado com uma premiação tão importante quanto a viagem à ISEF?

Olha a sensação em primeiro lugar e de muita felicidade e de realização ver que o trabalho realmente deu certo e você olhar um estudante que você orientou que esteve com ele no dia-a-dia enfrentou dificuldades de todos o tipos de dificuldades financeiras para imprimir um banner dificuldade de se locomover para poder ir para o local da pesquisa. Quando você está fazendo uma pesquisa principalmente nesse nível da educação básica  você enfrente um e alguns problemas assim bem peculiares e passa aquele filme na tua cabeça ali rapidinho e  você vê o cara ali todo feliz   então você lembra de tudo isso e da aquela sensação realmente de muita felicidade de dever cumprido de que aquilo que você fez valeu apena. Você estar acompanhado você ter investido o tempo naquele aluno ter acompanhado ele quando chega naquele momento realmente é de dever cumprido de  muita felicidade de muita alegria

2-) Qual sua visão sobre a realidade da pesquisa na educação básica da cidade e quais as possibilidades de crescimento para ela na atualidade?

Assim a pesquisa na educação básica em imperatriz ela ainda ta engatinhando mais eu vejo que ela esta sendo feita na forma correta com responsabilidade é com o engajamento de profissionais sérios que esteja envolvido e preocupado realmente não só mente em ganhar um prêmio ou coisa desse tipo mais no real desenvolvimento do aluno, e mesmo agente estando nesse nível… Esse princípio de desenvolvimento comparando com outros grandes centros a gente observa facilmente o grande potencial que a nossa cidade tem pra pesquisa, Imperatriz é uma cidade localizada na região pré-amazônica então aqui… facilmente você consegue está no cerrado você consegue está  na Amazônia você consegue estar em lugares bem distintos  com a locomoção pequena  então isso aumenta muito a potencialidade da cidade em relação a pesquisa. E agente acredita muito, Imperatriz também é uma cidade cheia de problemas e a pesquisa principal é isso o jovem ele desperte e desenvolva essa mentalidade de realmente de está preocupado com o lugar que ele vive com cidade então agente vê com bons olhos e acredita muito na pesquisa e no potencial da cidade


3-) Você acha que, com a divulgação da mídia, a pesquisa poderia ser difundida mais facilmente na sociedade?

Com certeza acho que a mídia tem um papel fundamental na divulgação e essa divulgação é importante para que possamos ter mais pessoas envolvidas nesse processo e às vezes agente vê que tem muito “professor” na cidade que ele tem vontade também de trabalhar com pesquisa de fazer um trabalho em determinadas escolas mais que as vezes ele não tem informação de como é então acaba esfriando porque ele não chega a outra pessoa que pensa como ele e começa a agregar pessoas pra fazer o trabalho então lá a mídia tem esse papel de realmente divulgar e de você se encontra ali com outras pessoas esta envolvido, e torna a ciência mais acessível e próximo do nosso dia-a-dia o ideal e que agente fala-se de pesquisa assim no nosso dia-a-dia como falamos de futebol por exemplo.

Em breve, a entrevista com Ivetilde Delgado – representante da secretaria municipal da educação.