Finalistas da 8ª FEBRACE

08/01/2010

FEBRACE No dia 18 de dezembro, a lista dos finalistas da 8ª edição da FEBRACE – Feira Brasileira de Ciências e Engenharia, foi divulgada, e, como já era esperado, Imperatriz marcou presença. No total, foram 15 aprovados do Estado do Maranhão e 14 da cidade de Imperatriz.

Advirto que alguns dos selecionados já são “figurinhas carimbadas” em eventos científicos nacionais e internacionais, o que garantiu a um belo “time” de representantes para a cidade. Veja abaixo a lista completa dos finalistas e de quais eventos eles já participaram.

1. A UTILIZAÇÃO DO SISTEMA FOTOCATALÍTICO ZNO/U.V NA ANÁLISE E CONTROLE DE PATÓGENOS MICROBIANOS PRESENTES EM AMBIENTES INTERNOS CONTAMINADOS

a. II FECITEC – Feira de Ciência e Tecnologia do Sul do Maranhão

b. 7ª FEBRACE – Feira Brasileira de Ciências e Engenharia

c. ICYS – International Conference of Young Scientists

d. MILSET – The International Movement for Leisure Activities in Science and Technology

e. SBPC – Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência

f. III FECITEC – Feira de Ciência e Tecnologia do Sul do Maranhão

g. 24ª MOSTRATEC – Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia

2. PROJETO I9: REVOLUCIONANDO A PESQUISA II

a. XVIII MOSTRARCE – Mostra Regional de Ciências e Engenharia

b. 7ª FEBRACE – Feira Brasileira de Ciências e Engenharia

c. 9ª EXCETEC – Exposição Christus de Ciência e Tecnologia

d. XIX MOSTRARCE – Mostra Regional de Ciências e Engenharia

e. III FECITEC – Feira de Ciência e Tecnologia do Sul do Maranhão

f. 24ª MOSTRATEC – Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia

3. FIBRA DO BURITI

a. II FECITEC – Feira de Ciência e Tecnologia do Sul do Maranhão

b. 24ª MOSTRATEC – Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia

c. 7ª FEBRACE – Feira Brasileira de Ciências e Engenharia

d. Intel ISEF – The Intel International Science and Engineering Fair

4. CARVÃO ALTERNATIVO

a. 9ª EXCETEC – Exposição Christus de Ciência e Tecnologia

b. XIX MOSTRARCE – Mostra Regional de Ciências e Engenharia

c. III FECITEC – Feira de Ciência e Tecnologia do Sul do Maranhão

d. 24ª MOSTRATEC – Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia

5. A INFLUÊNCIA DO USO DA CÂMERA FOTOGRÁFICA DIGITAL NO COMPORTAMENTO E APRENDIZAGEM DOS ESTUDANTES ADOLESCENTES DE IMPERATRIZ-MA.

a. III FECITEC – Feira de Ciência e Tecnologia do Sul do Maranhão

b. XX Mosceest – Mostra de Ciência e Engenharia da Escola Santa Teresinha

6. VARIAÇÃO LINGUÍSTICA DE IMPERATRIZ – MARANHÃO: POR QUE “VOCÊ” FALA “TU”?

a. XIX MOSTRARCE – Mostra Regional de Ciências e Engenharia

b. 24ª MOSTRATEC – Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia

7. O OLHAR DA MÍDIA (REVISTA VEJA 2008) SOBRE O ABUSO SEXUAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES

a. III FECITEC – Feira de Ciência e Tecnologia do Sul do Maranhão

b. XX Mosceest – Mostra de Ciência e Engenharia da Escola Santa Teresinha

8. HORTA RECICLÁVEL DE AUTO-IRRIGAÇÃO

a. III FECITEC – Feira de Ciência e Tecnologia do Sul do Maranhão

b. 7ª FEBRACE – Feira Brasileira de Ciências e Engenharia

9. INSETICIDA NATURAL A BASE DA FOLHA DE HORTELÃ E MANJERICÃO

a. III FECITEC – Feira de Ciência e Tecnologia do Sul do Maranhão

10. UTILIZAÇÃO DO ASTROCARYUM VULGARE NA ADSORÇÃO DE METAIS POTENCIALMENTE TÓXICOS

a. XIX MOSTRARCE – Mostra Regional de Ciências e Engenharia

11. A UTILIZAÇÃO DA CASCA DE BANANA (MUSA SAPIENTUM) COMO PURIFICADOR DE ÁGUA.

12. SISTEMA AUXILIAR PARA MANOBRAS DE ESTACIONAMENTO – SAME

13. O USO DA LUFFA CYLINDRICA COMO ACELERADOR TÉRMICO NA PRODUÇÃO DE UM CARVÃO ENRIQUECIDO.

14. LEVANTAMENTO FLORÍSTICO E FITOSSOCIOLÓGICO EM UMA ÁREA DE CERRADO NO SUDOESTE DO MARANHÃO

Parabéns a todos os “feirantes”, ou, melhor dizendo, “febracianos”. E Boa Sorte.

Pessoas


Arruma a mala aê!

30/07/2009

Imperatriz terá quatro projetos representando a cidade na 9° EXCETEC (Exposição Christus de Ciências e Tecnologia), em Fortaleza-CE. Desses quatro, são dois do Complexo Educacional Dom Bosco, um do Complexo Educacional Dorgival Pinheiro de Sousa e um da Escola Rui Barbosa. É importante lembrar que os três dos quatro projetos selecionados participaram da 7°FEBRACE. Pode-se dizer que Imperatriz estará sendo muito bem representada.

 

Complexo Educacional Dom Bosco

top

 

Projeto: REDUÇÃO DO TEOR DE GASES POLUENTES LIBERADOS ATRAVÉS DA QUEIMA DO CARVÃO VEGETAL A PARTIR DA PRODUÇÃO DE UMA FONTE ALTERNATIVA DE CALOR

No mundo contemporâneo, o carvão vegetal é amplamente utilizado como combustível, já que sua queima ocorre de forma eficiente, tendo um bom poder calorífico. Entretanto devido à alta emissão de gases poluentes na atmosfera seu uso torna-se questionável. Desta forma surge à necessidade de se obter novas fórmulas para a criação de fontes alternativas de calor, minimizando as agressões a natureza, já que o desuso do carvão é totalmente inviável. Assim esse trabalho tem como objetivo desenvolver um carvão alternativo, que possua alto poder calorífico, fácil combustão, maior durabilidade de queima, baixos custos e libere baixo teor de gases poluentes.

SDC11032

Análise do carvão "ecológico"

Componentes:

Carlos Guilherme Lopes Grotto

Caroline Copetti de Vargas

Grace Kelly Ferreira Bordal

 

Projeto: PROJETO i9: REVOLUCIONANDO A PESQUISA

Para quem quiser entender:

A missão do Projeto i9 é, através da criação do Programa de Incentivo à Pesquisa (PIP), suprir a carência de incentivos, sobre a pesquisa, na Rede de Ensino Básica da cidade de Imperatriz – MA.

DEFESA RANI PROERD 027

Palestra no Colégio Santa Maria – Nova Imperatriz

Componentes:

Igor Willyans Brandão da Costa

Eduardo Antonio Martins de Oliveira

Tracy Anne Duarte Leite

 

Escola Rui Barbosa

N0GCAWLRU06CAKMBQU4CAL34O7QCAT9NIVOCAJ2GAFCCAC2L04JCA5AJRVKCACD7AFLCAYKAGASCAXQ4AMICAVILRXHCA0GKHDICAFPGTKGCAOUD35JCAEGT50HCAJDW6Y0CANCMW46CASI3YT3

 

Projeto: UTILIZAÇÃO DO ELIXIR DA CASCA DA LARANJA-DA-TERRA (CITRUS AURANTIUM L.) NA REDUÇÃO DA HIPERTENSÃO

Componentes:

Denise Vieira Ferreira

Drielly Layanne da Costa de Sousa

Kaline Raquel Lima da Silva

Para quem quiser entender:

A hipertensão, também chamada de pressão alta, é uma doença de múltiplas causas, caracterizada pela elevação da pressão arterial para números acima dos valores normais. O número de hipertensos aumenta gradativamente e em alguns casos as pessoas não têm acesso aos medicamentos convencionais, essa dificuldade no tratamento exerce grande impacto nos índices de mortalidade. Com o objetivo de reduzir os custos e favorecer o acesso da população ao tratamento da hipertensão, foi desenvolvido através da manipulação da casca da laranja-da-terra (Citrus auarantium L.) uma tintura hidroalcoólica. A mesma possui ação antiinflamatória, laxante e diurética, esta última ocorre principalmente pela presença de flavonóides, compostos que provocam a eliminação do potássio do organismo, conseqüentemente reduzindo a pressão arterial. Com base nessas informações, preparou-se uma tintura (extraída da casca da laranja seca sem luminosidade e misturada com álcool). Observou-se que após determinado prazo, o teor alcoólico deste composto encontrava-se alto. Para diminuir a concentração dessa reação, foram feitos os seguintes procedimentos laboratoriais: separação dos materiais sólidos e líquidos e agitação do líquido para medir o teor alcoólico. Após a adição de água destilada à mistura, obtivemos a tintura hidroalcoólica, e esta possui elevado índice de flavonóides. O produto final está sendo testado em pessoas de faixa etária de 18-60 anos, com o objetivo de avaliar a sua eficácia na redução da pressão arterial.

dsc_1531

Componentes do Projeto UTILIZAÇÃO DO ELIXIR DA CASCA DA LARANJA-DA-TERRA (CITRUS AURANTIUM L.) NA REDUÇÃO DA HIPERTENSÃO

 

Complexo Educacional Dorgival Pinheiro de Sousa

logo MA

 

Projeto : Caracterização físico química do Carvão Ecológico produzido em Açailândia-MA

Componentes:

Samara Silva Pereira

Para quem quiser entender:

 

Carvão Ecológico é o nome dado á um tipo de carvao produzido por uma cooperativa localizada na cidade de Açailândia-Ma. Procurou-se informações em literatura sobre as características físico-químicas desse carvão e não foi encontrado, apenas informaçoes colhidas atraves de entrevistas com trabalhadores da cooperativa e representantes de venda do produto nos foi concedido. Algumas dessas informaçoes chamam bastante atençao quando comparado com o carvao vegetal, tais como: “ o carvao não libera fumaça e nem gas carbonico na sua queima”, “ sua queima é mais demorada”, “uma mesma massa de carvao ocupa menos espaço”, “ o calor liberado em sua combustao é maior” diante dessas qualidades e com preço acessivel o carvãoo ecologico é economicamente viavel. Pelo fato de não ter informaçoes mais precisas que comprovem essas caracteristicas, resolvi fazer uma analise qualitativa e quantitativa do mesmo (densidade, cinetica de combustao, quantidade de calor liberado em sua queima, quantidade de fumaça ) e compara-las com o carvao vegetal (carvao utilizado pela maioria da populaçao) e divulgar os resultados.

Carvão Ecológico é o nome dado á um tipo de carvao produzido por uma
cooperativa localizada na cidade de Açailândia-Ma. Procurou-se informações
em literatura sobre as características físico-químicas desse carvão e não foi
encontrado, apenas informaçoes colhidas atraves de entrevistas com
trabalhadores da cooperativa e representantes de venda do produto nos foi
concedido. Algumas dessas informaçoes chamam bastante atençao quando
comparado com o carvao vegetal, tais como: “ o carvao não libera fumaça e
nem gas carbonico na sua queima”, “ sua queima é mais demorada”, “uma
mesma massa de carvao ocupa menos espaço”, “ o calor liberado em sua
combustao é maior” diante dessas qualidades e com preço acessivel o carvao
ecologico é economicamente viavel. Pelo fato de não ter informaçoes mais
precisas que comprovem essas caracteristicas, resolvi fazer uma analise
qualitativa e quantitativa do mesmo ( densidade, cinetica de combustao,
quantidade de calor liberado em sua queima, quantidade de fumaça ) e
compara-las com o carvao vegetal ( carvao utilizado pela maioria da populaçao)
e divulgar os resultados.
dsc_1800

Samara e seu orientador.

O evento ocorrerá entre os dias 10 e 13 de agosto de 2009, no Colégio Christus Dionísio Torres, em Fortaleza, e terá, como  premiação, credenciais para as seguintes feiras:

– 24ª MOSTRATEC (Mostra Internacional de Ciências e Tecnologia);

– 8ª FEBRACE (Feira Brasileira de Ciência e Engenharia);

– 5ª ESI AMLAT;

– 4° Fórum Internacional de Ciências e Engenharia.

– 3ª Fecitec (Feira de Ciências e Tecnologia – Sul do Maranhão).

banner_internet_com_ingles


Oportunidade Única!

29/07/2009

As inscrições para a III FECITEC (Feira de Ciências e Tecnologia Sul do Maranhão) foram adiadas, você poderá encaminhar o seu projeto para o evento até o dia 15 de agosto /2009.

OgAAALJ8BYSUi6F5XPLObRuEiSdnsaP-BUkHgQBGGWq9T0_QxZvShtq7rXWY-899jmEogjFGaU_O0o1x6HSFtcgoXQ0Am1T1UEtv2afBFENpCusqgeyWUsPMzR2M


Esse ano a feira promete, com representantes de vários estados brasileiros (como Rio de Janeiro, Ceará, Pernambuco e Tocantins): o evento será um show de ciência. Premiações para a 24ª MOSTRATEC (Mostra Internacional de Ciências e Tecnologia) e 8ª FEBRACE (Feira Brasileira de Ciências e Engenharia) serão alguns dos atrativos da feira.

Encaminhe pelo correio para:

Núcleo de Divulgação Científica da Região Tocantina

Caixa Postal 07

Cep.: 65900-970

Aos cuidados de : Joelbe José Souza de Almeida.

Ou pelo Email: fecitec2009@yahoo.com.br

Mais informações no Sit: http://www.fecitec.com.br