Até que enfim!

08/01/2010

Quem está acompanhando, percebeu. Quem não está, vai notar a diferença. Depois de um longo período de tempo sem atualizar nosso blog, estamos voltando, finalmente. A mudança será aos poucos, já que temos um monte de coisas pra fazer ao mesmo tempo. Logo, logo, você terá acesso a arquivos interessantes na página de "Downloads", e já pode ver algumas fotos e imagens na página "Galeria". A página "Conquistas" foi reformulada e atualizada, e nossa home page está cheia de informações novas. Continue visitando nosso blog, e divulgue para as outras pessoas. Assim, teremos mais um motivo para melhorá-lo cada vez mais: nossos fiéis seguidores! 😉

Anúncios

Finalistas 24ª MOSTRATEC

19/09/2009

Imperatriz irá marca presença na 24ª Mostratec, que acontece em Novo Hamburgo – Rio Grande do Sul. A feira tem os objetivos de :

  1. Incentivar o jovem a desenvolver projetos, utilizando o método científico como um dos instrumentos para o desenvolvimento de habilidades específicas.
  2. Possibilitar ao aluno a integração com colegas de outras instituições de ensino, de modo a ampliar suas relações e possibilitar o contato com outras culturas.
  3. Incentivar o interesse pela investigação científica, favorecendo o descobrimento de novas tecnologias.
  4. Viabilizar a participação dos alunos premiados na MOSTRATEC em feiras internacionais promovidas pelas entidades conveniadas com a Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha.

O maior evento  da América Latina terá os seguintes representantes da cidade de Imperatriz:

A UTILIZAÇÃO DO SISTEMA FOTOCATALÍTICO ZNO/UV. NA ANÁLISE E
CONTROLE DE PATÓGENOS MICROBIANOS PRESENTES EM AMBIENTES
INTERNOS CONTAMINADOS.
  1. A UTILIZAÇÃO DO SISTEMA FOTOCATALÍTICO ZNO/UV. NA ANÁLISE E CONTROLE DE PATÓGENOS MICROBIANOS PRESENTES EM AMBIENTES INTERNOS CONTAMINADOS.
  2. DESENVOLVIMENTO DE UM DENTIFRÍCIO (CREME DENTAL) ATRAVES DO PYRUS MALLUS (MAÇÃ)
  3. OBTENÇÃO DE UMA POMADA À BASE DE PASTA D’ÁGUA PARA CICATRIZAÇÃO DE LESÕES POR PAEDERUS IRRITANS (POTÓ)
  4. PROJETO FOLHA SANTA
  5. DESENVOLVENDO UM AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZADO INTERATIVO PARA ESCOLAS PÚBLICAS

Parabéns, IMPERATRIZ!


Imperatriz é POP – Parte I

04/09/2009

Entrevista  com Walber Santos Herênio (professor orientador de Thiago Rodrigues de Anchieta Silva, que, com o projeto FIBRA DO BURITI: UMA ALTERNATIVA AO ISOPOR,  foram selecionados para a participação da mais ilustre feira jovem que acontece nos Estados Unidos – Intel ISEF).

SDC11363_0001

Walber Santos Herênio

1-) Qual a sensação de um professor orientador cujo estudante teve seu projeto contemplado com uma premiação tão importante quanto a viagem à ISEF?

Olha a sensação em primeiro lugar e de muita felicidade e de realização ver que o trabalho realmente deu certo e você olhar um estudante que você orientou que esteve com ele no dia-a-dia enfrentou dificuldades de todos o tipos de dificuldades financeiras para imprimir um banner dificuldade de se locomover para poder ir para o local da pesquisa. Quando você está fazendo uma pesquisa principalmente nesse nível da educação básica  você enfrente um e alguns problemas assim bem peculiares e passa aquele filme na tua cabeça ali rapidinho e  você vê o cara ali todo feliz   então você lembra de tudo isso e da aquela sensação realmente de muita felicidade de dever cumprido de que aquilo que você fez valeu apena. Você estar acompanhado você ter investido o tempo naquele aluno ter acompanhado ele quando chega naquele momento realmente é de dever cumprido de  muita felicidade de muita alegria

2-) Qual sua visão sobre a realidade da pesquisa na educação básica da cidade e quais as possibilidades de crescimento para ela na atualidade?

Assim a pesquisa na educação básica em imperatriz ela ainda ta engatinhando mais eu vejo que ela esta sendo feita na forma correta com responsabilidade é com o engajamento de profissionais sérios que esteja envolvido e preocupado realmente não só mente em ganhar um prêmio ou coisa desse tipo mais no real desenvolvimento do aluno, e mesmo agente estando nesse nível… Esse princípio de desenvolvimento comparando com outros grandes centros a gente observa facilmente o grande potencial que a nossa cidade tem pra pesquisa, Imperatriz é uma cidade localizada na região pré-amazônica então aqui… facilmente você consegue está no cerrado você consegue está  na Amazônia você consegue estar em lugares bem distintos  com a locomoção pequena  então isso aumenta muito a potencialidade da cidade em relação a pesquisa. E agente acredita muito, Imperatriz também é uma cidade cheia de problemas e a pesquisa principal é isso o jovem ele desperte e desenvolva essa mentalidade de realmente de está preocupado com o lugar que ele vive com cidade então agente vê com bons olhos e acredita muito na pesquisa e no potencial da cidade


3-) Você acha que, com a divulgação da mídia, a pesquisa poderia ser difundida mais facilmente na sociedade?

Com certeza acho que a mídia tem um papel fundamental na divulgação e essa divulgação é importante para que possamos ter mais pessoas envolvidas nesse processo e às vezes agente vê que tem muito “professor” na cidade que ele tem vontade também de trabalhar com pesquisa de fazer um trabalho em determinadas escolas mais que as vezes ele não tem informação de como é então acaba esfriando porque ele não chega a outra pessoa que pensa como ele e começa a agregar pessoas pra fazer o trabalho então lá a mídia tem esse papel de realmente divulgar e de você se encontra ali com outras pessoas esta envolvido, e torna a ciência mais acessível e próximo do nosso dia-a-dia o ideal e que agente fala-se de pesquisa assim no nosso dia-a-dia como falamos de futebol por exemplo.

Em breve, a entrevista com Ivetilde Delgado – representante da secretaria municipal da educação.


Arruma a mala aê!

30/07/2009

Imperatriz terá quatro projetos representando a cidade na 9° EXCETEC (Exposição Christus de Ciências e Tecnologia), em Fortaleza-CE. Desses quatro, são dois do Complexo Educacional Dom Bosco, um do Complexo Educacional Dorgival Pinheiro de Sousa e um da Escola Rui Barbosa. É importante lembrar que os três dos quatro projetos selecionados participaram da 7°FEBRACE. Pode-se dizer que Imperatriz estará sendo muito bem representada.

 

Complexo Educacional Dom Bosco

top

 

Projeto: REDUÇÃO DO TEOR DE GASES POLUENTES LIBERADOS ATRAVÉS DA QUEIMA DO CARVÃO VEGETAL A PARTIR DA PRODUÇÃO DE UMA FONTE ALTERNATIVA DE CALOR

No mundo contemporâneo, o carvão vegetal é amplamente utilizado como combustível, já que sua queima ocorre de forma eficiente, tendo um bom poder calorífico. Entretanto devido à alta emissão de gases poluentes na atmosfera seu uso torna-se questionável. Desta forma surge à necessidade de se obter novas fórmulas para a criação de fontes alternativas de calor, minimizando as agressões a natureza, já que o desuso do carvão é totalmente inviável. Assim esse trabalho tem como objetivo desenvolver um carvão alternativo, que possua alto poder calorífico, fácil combustão, maior durabilidade de queima, baixos custos e libere baixo teor de gases poluentes.

SDC11032

Análise do carvão "ecológico"

Componentes:

Carlos Guilherme Lopes Grotto

Caroline Copetti de Vargas

Grace Kelly Ferreira Bordal

 

Projeto: PROJETO i9: REVOLUCIONANDO A PESQUISA

Para quem quiser entender:

A missão do Projeto i9 é, através da criação do Programa de Incentivo à Pesquisa (PIP), suprir a carência de incentivos, sobre a pesquisa, na Rede de Ensino Básica da cidade de Imperatriz – MA.

DEFESA RANI PROERD 027

Palestra no Colégio Santa Maria – Nova Imperatriz

Componentes:

Igor Willyans Brandão da Costa

Eduardo Antonio Martins de Oliveira

Tracy Anne Duarte Leite

 

Escola Rui Barbosa

N0GCAWLRU06CAKMBQU4CAL34O7QCAT9NIVOCAJ2GAFCCAC2L04JCA5AJRVKCACD7AFLCAYKAGASCAXQ4AMICAVILRXHCA0GKHDICAFPGTKGCAOUD35JCAEGT50HCAJDW6Y0CANCMW46CASI3YT3

 

Projeto: UTILIZAÇÃO DO ELIXIR DA CASCA DA LARANJA-DA-TERRA (CITRUS AURANTIUM L.) NA REDUÇÃO DA HIPERTENSÃO

Componentes:

Denise Vieira Ferreira

Drielly Layanne da Costa de Sousa

Kaline Raquel Lima da Silva

Para quem quiser entender:

A hipertensão, também chamada de pressão alta, é uma doença de múltiplas causas, caracterizada pela elevação da pressão arterial para números acima dos valores normais. O número de hipertensos aumenta gradativamente e em alguns casos as pessoas não têm acesso aos medicamentos convencionais, essa dificuldade no tratamento exerce grande impacto nos índices de mortalidade. Com o objetivo de reduzir os custos e favorecer o acesso da população ao tratamento da hipertensão, foi desenvolvido através da manipulação da casca da laranja-da-terra (Citrus auarantium L.) uma tintura hidroalcoólica. A mesma possui ação antiinflamatória, laxante e diurética, esta última ocorre principalmente pela presença de flavonóides, compostos que provocam a eliminação do potássio do organismo, conseqüentemente reduzindo a pressão arterial. Com base nessas informações, preparou-se uma tintura (extraída da casca da laranja seca sem luminosidade e misturada com álcool). Observou-se que após determinado prazo, o teor alcoólico deste composto encontrava-se alto. Para diminuir a concentração dessa reação, foram feitos os seguintes procedimentos laboratoriais: separação dos materiais sólidos e líquidos e agitação do líquido para medir o teor alcoólico. Após a adição de água destilada à mistura, obtivemos a tintura hidroalcoólica, e esta possui elevado índice de flavonóides. O produto final está sendo testado em pessoas de faixa etária de 18-60 anos, com o objetivo de avaliar a sua eficácia na redução da pressão arterial.

dsc_1531

Componentes do Projeto UTILIZAÇÃO DO ELIXIR DA CASCA DA LARANJA-DA-TERRA (CITRUS AURANTIUM L.) NA REDUÇÃO DA HIPERTENSÃO

 

Complexo Educacional Dorgival Pinheiro de Sousa

logo MA

 

Projeto : Caracterização físico química do Carvão Ecológico produzido em Açailândia-MA

Componentes:

Samara Silva Pereira

Para quem quiser entender:

 

Carvão Ecológico é o nome dado á um tipo de carvao produzido por uma cooperativa localizada na cidade de Açailândia-Ma. Procurou-se informações em literatura sobre as características físico-químicas desse carvão e não foi encontrado, apenas informaçoes colhidas atraves de entrevistas com trabalhadores da cooperativa e representantes de venda do produto nos foi concedido. Algumas dessas informaçoes chamam bastante atençao quando comparado com o carvao vegetal, tais como: “ o carvao não libera fumaça e nem gas carbonico na sua queima”, “ sua queima é mais demorada”, “uma mesma massa de carvao ocupa menos espaço”, “ o calor liberado em sua combustao é maior” diante dessas qualidades e com preço acessivel o carvãoo ecologico é economicamente viavel. Pelo fato de não ter informaçoes mais precisas que comprovem essas caracteristicas, resolvi fazer uma analise qualitativa e quantitativa do mesmo (densidade, cinetica de combustao, quantidade de calor liberado em sua queima, quantidade de fumaça ) e compara-las com o carvao vegetal (carvao utilizado pela maioria da populaçao) e divulgar os resultados.

Carvão Ecológico é o nome dado á um tipo de carvao produzido por uma
cooperativa localizada na cidade de Açailândia-Ma. Procurou-se informações
em literatura sobre as características físico-químicas desse carvão e não foi
encontrado, apenas informaçoes colhidas atraves de entrevistas com
trabalhadores da cooperativa e representantes de venda do produto nos foi
concedido. Algumas dessas informaçoes chamam bastante atençao quando
comparado com o carvao vegetal, tais como: “ o carvao não libera fumaça e
nem gas carbonico na sua queima”, “ sua queima é mais demorada”, “uma
mesma massa de carvao ocupa menos espaço”, “ o calor liberado em sua
combustao é maior” diante dessas qualidades e com preço acessivel o carvao
ecologico é economicamente viavel. Pelo fato de não ter informaçoes mais
precisas que comprovem essas caracteristicas, resolvi fazer uma analise
qualitativa e quantitativa do mesmo ( densidade, cinetica de combustao,
quantidade de calor liberado em sua queima, quantidade de fumaça ) e
compara-las com o carvao vegetal ( carvao utilizado pela maioria da populaçao)
e divulgar os resultados.
dsc_1800

Samara e seu orientador.

O evento ocorrerá entre os dias 10 e 13 de agosto de 2009, no Colégio Christus Dionísio Torres, em Fortaleza, e terá, como  premiação, credenciais para as seguintes feiras:

– 24ª MOSTRATEC (Mostra Internacional de Ciências e Tecnologia);

– 8ª FEBRACE (Feira Brasileira de Ciência e Engenharia);

– 5ª ESI AMLAT;

– 4° Fórum Internacional de Ciências e Engenharia.

– 3ª Fecitec (Feira de Ciências e Tecnologia – Sul do Maranhão).

banner_internet_com_ingles


Imperatriz é destaque!

24/07/2009

O professor Alexandre Passos foi uma das pessoas a representar a cidade de Imperatriz na 7ª FEBRACE (Feira Brasileira de Ciências e Engenharia). Em uma entrevista ao JMTV, programa de notícias da TV Mirante, ele comentou sobre a massiva participação da cidade, tanto pelo número quanto pela qualidade dos trabalhos provenientes dela.

É importante lembrar que, em certo momento da entrevista, ele fala sobre o incentivo que os alunos conseguem trazer uns aos outros e isso explica porque, a cada ano, Imperatriz tem uma participação cada vez maior em feiras como essa. O melhor de tudo, no entanto, foi o momento em que o professor comenta sobre o nosso trabalho. =D

Alexandre Passos da Silva é diretor do Núcleo de Divulgação Científica da Região Tocantina, sediado em Imperatriz-MA, e organizador da FECITEC.